segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

explicação de pós-vida

Dale Wicks - Trying to fit in painting

Disse que não gostava de fantasias, concordo com as discordâncias: gosto.
Mas não daquela a que me referi, não no sentido em que pensava naquele momento, naquela frase buscava a segurança, o tangível que proporciona uma sensação de vida confortável. Como das pessoas que vivem presas ao concreto, ao sapato, ao ônibus, `à colher no almoço, ao relógio no pulso. Naquela frase quis negar a possibilidade de me render à fantasia, porque sim, sonhar me toma metade do tempo a mais do que a metade que deveria. Estava tentando me encaixar.

"Negar o amor era negar a vida; toda negação do amor gera a morte, não importa que amor, não importa que proibição". (Lya Luft)

13 comentários:

~ a Juh! disse...

Eu também perco bem mais da metade do meu tempo sonhando. Mas ah, sonhar é bom e por enquanto é de graça =)




Tem presente pra você no meu blog. =)
Espero que goste ;)

Beeeeeeeeeijos

enyta disse...

cogitações existenciais...
tão necessárias pra fugir da realidade e tentar dar um sentido nisso que chamamos de vida.

Ana Gabi disse...

Lya Luft (L)

Adorei seu blog!

Guilherme Ribeiro disse...

Obrigado pela visita e pelo comentário poético, mademoiselle. Parlez-vous français? J'ai habité à Paris pendant un an. Connaissez-vous la ville plus magnifique de tout le monde?
Lerei seus poemas com calma. Em todo caso, o que achastes de "Seca"? Adoraria sua apreciação.
Au revoir!

~ a Juh! disse...

Menina, então somos duas lerdas!
hsuahushuahushuahushuah
Quando ganhei o primeiro nem sabia pra que servia ta,bém. =P

É assim, vc posta o selo no blog junto com as regras e repassa ele pra mais alguns blogs que você gosta (a quantidade depende do que as regras falam) e tem a ver com o selo. Tipo esse que eu te indiquei é o "Olha que blog maneiro". =)

Mas tipo vai de você ver como prefere repassar. Eu sempre faço um post só pra isso, separado de posts normais que é pros comentários não se misturarem. =)

Beeeeeeeeeeeeijos

enyta disse...

aah, vou reclamar de verdade agora! kkkkkkkk
qd abro seu blog aparecem pop ups :~~

Mari Vilani disse...

^^A cabeça nas núvens e os pés no chão...um paralelo que faz parte do ser humano!!

Tem presente pra vc no meu blog!!

Jamila disse...

"Não nos temos entregue a nós mesmos, pois isso seria o começo de uma vida larga e nós a tememos. Temos evitado cair de joelhos diante do primeiro de nós que por amor diga: tens medo. Temos organizado associações e clubes sorridentes onde se serve com ou sem soda. Temos procurado nos salvar mas sem usar a palavra salvação para não nos envergonharmos de ser inocentes. Não temos usado a palavra amor para não termos de reconhecer sua contextura de ódio, de amor, de ciúme e de tantos outros contraditórios. Temos mantido em segredo a nossa morte para tornar nossa vida possível. Muitos de nós fazem arte por não saber como é a outra coisa. Temos disfarçado com falso amor a nossa indiferença, sabendo que nossa indiferença é angústia disfarçada. Temos disfarçado com o pequeno medo o grande medo maior e por isso nunca falamos no que realmente importa. Falar no que realmente importa é considerado uma gafe. Não temos adorado por termos a sensata mesquinhez de nos lembrarmos o tempo dos falsos deuses. Não temos sido puros e ingênuos para não rirmos de nós mesmos e para que no fim do dia possamos dizer "pelo menos não fui tolo" e assim não ficarmos perplexos antes de apagar a luz. Temos sorrido em público do que não sorriríamos quando ficássemos sozinhos. Temos chamado de fraqueza a nossa candura. Temo-nos temido um ao outro, acima de tudo. E a tudo isso consideramos a vitória nossa
de cada dia."

Recorri a Clarice porque falaste de amor com Luft. Disso não sei falar. Ela sabe.

saga dos martins disse...

Realmente ter fantasias é bom, mas não em demasia. Melhor ser mais realista em tempo maior , aí não nos decepcionaremos tanto!
Beijinhos!!

http://sagadosmartins2.blogspot.com/

~ a Juh! disse...

Te indiquei pra mais um selo no meu blog. Passa lá pra ver ;)

Beeeeeeeeeeeeeeijos

Mari Vilani disse...

Mais um selinho pra ti! :D
Beejo!

Marcos Pedro disse...

Oi moça, não sei nem o que dizer...

Vendo os outros comentários daquele post fiquei surpreso que mais gente tenha se surpreendido com a sua frase... Sempre achei uma coisa muito pessoal minha ser apaixonado pela (perdido na) fantasia... De repente aquela frase tinha tocado outras pessoas também.

E você acabou fazendo um outro post... Não sei nem pq isso tudo mexeu comigo... Mas mexeu...

Sonho tanto e sonhar me é tão natural e tão simples que não sei como seria diferente... Já tentei, mas não sou da terra, pelo menos ainda não... Sou do ar e isso é quase tudo sobre quem sou eu.

Talita do Vale disse...

Ei! Te premiei!

;*