quinta-feira, 9 de julho de 2009

les jours tristes

Eu penso sobre quem exigia perfeição.

Errar e admitir erros era a minha especialidade.
Eu sou tão errada quanto sempre pude ser: minha patologia.
Mas sempre me redimi em perdões claros e explicativos.

Eu me pergunto sobre qual era a sua especialidade.

4 comentários:

Dry Neres disse...

Ler pessoalmente...rsrs... Ler gente!

Ou num mundo virtual mais online (tipo, msn!) HaHa
dry_neres@hotmail.com

Bjão

Daniel Oliveira disse...

Perfeito,como sempre.^^
Vc escreve muito bem,já pensou em fazer um livro?Tenha certeza que cada palavra sua vale ouro,lembre se diso.
Obrigado pelas palavras e obrigado por lembrar me do Serginho Malandro.KKK'

Bjuss

Silvio disse...

Oi tudo bem?

E aí teu blog é sobre o que exatamente poesias?

Comentando seu post bem estou de olho no comentário acima sobre sua escrita

passa no meu blog e vê se curte

silviokoerich.blogspot.com

abraço!

Dayane Silva_ disse...

Gostei!! rs.

Bjo..